Blog E.E.I.Aldeia Uruity

blog da cultura

Historia da Escola Indigena outubro 17, 2009

Uma trajetória de Educação Escolar indígena no Estado de São Paulo.

 

  O primeiro contato das comunidades indígena com a Secretaria de Estado da Educação foi em 1997, e no mesmo ano foi criado o NEI, Núcleo de Educação Indígena, junto ao gabinete da Secretaria conforme portaria interministerial 559/91 e posteriormente reconhecendo a necessidade de realizar políticas publicas que coloquem em pratica aquilo que a Constituição de 1988 determinou para os povos indígenas, a Lei de diretrizes e Base da Educação regulamentou para suas escolas e o CNE/CEB estabeleceu na Resolução 3/99: ”Uma escola com normas e ordenamento jurídico próprio, fixando diretrizes curriculares de ensino intercultural e bilíngüe”.Depois de criado o NEI, organizou o trabalho de construção da escola indígena para as aldeias paulistas de forma a atender as 05 etnias existente: Kaingang, Krenak, Terena, Guarani e Tupi Guarani.E muitas ações tiveram que ser implantada, começando por várias reuniões com as comunidades indígenas, a Secretaria e os diversos interlocutores, em especial o Conselho Estadual de Educação.

 As construções de escola e uma realidade nas aldeias indígenas homologadas, mas para outros e um problema quase sem fim, por envolver litígios de terras, áreas não demarcada, áreas de preservação ambiental ou parque Estadual.Esses alguns problemas enfrentado pelas comunidades.

  Entre as prioridades da Secretaria Estadas da Educação e da Faculdade de Educação do Estado de São Paulo, destaca-se a busca de uma nova orientação para a educação escolar indígena no sentido de uma formação intercultural e bilíngüe.Essa prioridade vem se materializando, desde 2001, por varias ações voltadas para formação de professores indígenas no Estado de São Paulo entre os quais a Formação Magistério Indígena (2001-2002), nesse curso de nível médio, foram formados 62 professores para atuarem em suas respectivas comunidades.Habilitados em educação infantil e series iniciais(1ª a 4ª) do ensino fundamental.

  E a ultima Formação Intercultural Superior do Professor Indígena, (2005-2008) foi parceria entre a Universidade de São Paulo USP, e a Secretaria de Estado da Educação.Formou 81 professores dentre os quais 40 Guarani, 07 Kaingang, 03 Krenak, 12 Terena e 19 Tupi guarani.E assim consolidando de fato os ensinos diferenciados nas escolas das aldeias.

 

 As localizações das escolas indígenas do Estado de São Paulo das 05 etnias, denominado E.E.I. Escola Estadual Indígena e suas Diretorias de Ensinos.

Escola Guarani:

 

Escola                                                Aldeia                                      D.E.

                             

EEI Aldeia Boa Vista                       Boa Vista                              Caraguatatuba

EEI Aldeia Uru ity                             Uru ity                                  Miracatu

EEI Aldeia Itapuâ                              Itapuâ                                    Miracatu

EEI Aldeia Guavira                           Guavira Ty                            Miracatu

EEI Kuaray o ê a/ Sol Nascente         Itaoca                                    São Vicente

EEI do Aguapeu                                 Aguapeu                                São Vicente

EEI Aldeia Rio Branco                        Rio Branco                           São Vicente

EEI Capoeirão                                     Capoeirão                              Miracatu

EEI Ko´e Ju                                         Amba porá                            Miracatu

EEI Djekupe Amba Arandu                 Jaraguá                                  Norte 1,Capital de SP.

EEI Aldeia Peguao- ty                        Peguao-ty                            Registro

EEI Aldeia Pindo-ty                           Pindo-ty                               Registro

EEI Aldeia Santa Cruz                       Santa Cruz                            Registro

EEI Aldeia Rio Branco II                   Rio Branco II                        Registro

EEI Aldeia Rio Silveira                       Rio Silveira                          Santos

EEI Krukutu                                        Krukutu                                 Sul 3 Capital de SP.

EEI Guyra Pepo                                  Tenonde Porá                         Sul 3 Capital de SP.

 

 Escolas Kaingang:

 

EEI Índia Maria Rosa                         Icatu                                        Birigui

EEI Índia Vanuire                               Vanuire                                   Tupã

 

Escola Krenak:

 

 

EEI Índia Vanuire                               Vanuire                                   Tupã

 

Escolas Terenas:

 

EEI Aldeia Kopenoti                             Kopenoti                               Bauru

EEI Aldeia Ekerua                                 Ekerua                                   Bauru

EEI Aldeia Índia Maria Rosa                 Icatu                                      Birigui

EEI Aldeia Teregua                                Teregua                                 Bauru

 

Escolas Tupi –Guarani:

 

EEI Aldeia Nimuendaju                           Nimuendaju                        Bauru

EEI Aldeia Renascer                                Renascer                             Caraguatatuba

EEI Aldeia Teregua                                  Teregua                               Itararé

EEI Aldeia Pyahu                                     Pyahu                                  Itararé

EEI Aldeia Paraíso                                    Paraíso                                Miracatu

EEI Aldeia Djaikoaty                               Djaikoaty                             Miracatu

EEI Aldeia Piaçaguera                              Piaçaguera                           São Vicente

EEI Aldeia Bananal                                  Bananal                                 São Vicente

 

O numero total de escolas indígenas do Estudo de São Paulo e de 32.Atualmente.

 

Professor João Lira Guarani.

Fonte consultada: Um Caminho do Meio (Da Proposta a Interação) São Paulo 2003; São Paulo (Estado) Secretaria da Educação.Educação escolar em contexto bilíngüe intercultural: línguas indígenas e língua portuguesa/Secretaria da Educação, organização, Idmea Semeghini-Siqueira, Lívia Araújo Donnini Rodrigues, Abílio Silva Martins…

São Paulo: SSE, FEUSP, 2010.

BREVE HISTORICO DA ESCOLA:

 

 A Escola Estadual Indígena Aldeia Uru ity ,foi solicitada a criação  pela comunidade local para atender as crianças que estavam na idade escolar sem frenquetar escola.Essas crianças indígenas tinham necessidades especiais eles não sabiam falar em português, os pais não deixavam ir para escola comum porque previam a dificuldades que teriam para entender as palavras em português, ou quanto fosse a explicação do Professor.Essas foram algumas das justificativas do pedido  a criação da escola.  

 Isso foi no mês Julho de 2004.

 

8 Responses to “Historia da Escola Indigena”

  1. Maria Sueli Goes Gasparoto Diz:

    Caros, sou Profa. estou na jornada compartilhando com as escolas indígenas há muitos anos!!!
    Gostaria de somar sempre! E como profissional, estarei a disposição de algumas destas unidades de serviços em educação do nosso estado! Visando: Conhecimento multidisciplinar, utilidade pública, Desenvolvimento Humano Sustentável , e que possamos ser úteis, servir sempre com Amor!
    Nosso projeto é de Intercâmbio Cultural, o qual sou coordenadora, voluntaria da Assoc. Mata Atlântica de Educ. Cultura e Meio Ambiente.
    Abraços,
    Profa. Sueli

  2. Maria Sueli Goes Gasparoto Diz:

    Caros, sou Profa. estou na jornada compartilhando com as escolas indígenas há muitos anos!!!
    E como profissional, estou a disposição das unidades de serviços em educação do nosso estado! Visando: Conhecimento multidisciplinar, utilidade pública, Desenvolvimento Humano Sustentável , e que possamos ser úteis, servir sempre com Amor!
    Nosso projeto é de Intercâmbio Cultural, o qual sou coordenadora, voluntaria da Assoc. Mata Atlântica de Educ. Cultura e Meio Ambiente.
    Abraços,
    Profa. Sueli

  3. Marjey rosa Diz:

    Gostaria de indicações de escola diferenciada guarani nos estado de SP e RJ. Agradecido

  4. Rosely Laterza Diz:

    Olá há possibilidade de visita às aldeias? comecei a estudar Guarani e me interesso por sua cultura


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.